• Av. Historiador Rubens de Mendonça, 4193, Centro Político.
  • (65) 3644-3666

Setor florestal entrega carta de reivindicação aos candidatos ao governo do estado


Diretores dos oito sindicatos do setor de base florestal de Mato Grosso entregaram, nesta quinta-feira (30), durante reunião do Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira de Mato Grosso (Cipem), uma Carta de Reivindicações aos candidatos ao governo do estado. O primeiro a receber foi o atual governador e candidato à reeleição, Pedro Taques, que ouviu, diretamente dos empresários florestais, as críticas e sugestões de atuação para melhorar o desenvolvimento do setor no estado. Entre as principais críticas estão questões sobre a política tributária e fiscal, que dificulta a competitividade de Mato Grosso frente a outros estados produtores de madeira nativa, além de ingerências entre os órgãos ambientais no que diz respeito a ações de fiscalização.

Taques aproveitou a oportunidade para iniciar a resolução de alguns problemas que estão, há meses, emperrando o setor, como a questão da identificação da madeira, da pauta da madeira e do decreto de exportação, entre outras (leia mais aqui). “Reconheço a importância desse segmento para a economia do estado e levarei em consideração o que está posto. Se for possível fazer, darei encaminhamento. Se não for, direi que não é possível e explicarei o porquê”, respondeu o governador-candidato.

Na sequência da reunião, as questões foram apresentadas para o candidato Mauro Mendes e suscitou uma discussão aprofundada sobre as questões tributárias, visto a trajetória do mesmo como empresário. Mendes ressaltou que não pode abrir mão da arrecadação, mas pode estudar medidas que reduzam impostos e taxas e que aumentem a competitividade do estado frente a outros, resultando também em mais recursos para Mato Grosso. “Em um momento de crise como esse não dá para pensar em aumento de impostos, que só penaliza quem produz e movimenta a economia. É preciso trabalhar para fortalecer os setores que trazem recursos para o estado e fazem a economia crescer, com geração de empregos e divisas”, disse. Mendes pediu aos diretores do Cipem que elaborem uma proposta de política florestal a ser analisada e incluída no plano de governo.

O documento entregue aos candidatos traz diversos dados sobre o setor de base florestal no estado, como por exemplo, a geração de 90 mil empregos diretos e indiretos, a participação em 5,4% no Produto Interno Bruto (PIB) do estado, e a arrecadação aos cofres públicos em 2017 de mais de R$ 65 milhões apenas em Imposto sobre Mercadorias e Serviços (ICMS) e Fundo Estadual de Transporte e Habitação (Fethab).

Sobre a formulação de políticas públicas para impulsionar o setor de base florestal, os empresários consideram fundamental resolver as questões tributárias e fiscais já apresentadas, diminuir ou extinguir taxas que só existem em Mato Grosso, adequar leis para solucionar os impasses nos sistemas e ações de fiscalização, que são divergentes entre os órgãos estaduais e federais. Para o presidente do Cipem, Rafael Mason, ao mesmo tempo é indispensável promover ações governamentais de fomento aos produtos florestais, como já acontece com outros setores. “Não estamos pedindo nada que se enquadre como favorecimento especial, que desrespeite a legislação ou que possa causar prejuízos ao erário e à sociedade. Só queremos segurança jurídica e mecanismos que garantam nossa competitividade nacional. Isso vai resultar, em um curto espaço de tempo, em benefícios para a sociedade com proteção ao meio ambiente”, enfatizou Mason.

A Carta de Reivindicações do setor de base florestal também será entregue aos demais candidatos ao governo do estado nos próximos dias.

Confira a íntegra da Carta aqui.


Ultimas Notícias Relacionadas

  • Setor florestal se reúne com Mauro Mendes e cobra solução de entraves econômicos

    Daniela Torezzan - Assessoria de Comunicação CIPEM | 18 de abril de 2019

    Leia Agora
  • Cipem e PRF fazem acordo para garantir segurança no transporte de cargas de madeira

    Daniela Torezzan - Assessoria de Comunicação CIPEM | 15 de abril de 2019

    Leia Agora
  • Cipem leva realidade do manejo florestal para sala de aula na UFMT

    Daniela Torezzan - Assessoria de Comunicação CIPEM | 11 de abril de 2019

    Leia Agora
  • Cipem pede que Sefaz resolva entraves tributários que afetam o setor florestal

    Daniela Torezzan - Assessoria de Comunicação do CIPEM | 3 de abril de 2019

    Leia Agora
  • Conexão entre empresários mato-grossenses e compradores é fortalecida durante feira internacional

    | 2 de abril de 2019

    Leia Agora
  • Banco lança linha de crédito para financiamento do setor florestal em Mato Grosso

    Daniela Torezzan - Assessoria de Comunicação CIPEM | 20 de março de 2019

    Leia Agora