• Av. Historiador Rubens de Mendonça, 4193, Centro Político.
  • (65) 3644-3666

Reunião ordinária Cipem debate prazo de adequação da Sema ao novo CRV


A adequação do Estado a respeito das alterações publicadas na Resolução Conama, nº 474/2016, em 07 de abril, que trata da redução do índice oficial de Coeficiente de Rendimento Volumétrico (CRV), foi debatida na reunião mensal de abril do Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de Mato Grosso (Cipem).

A nova medida determina que os produtores terão seis meses para comprovar um novo CRV . José Eduardo Pinto, presidente do Cipem, explica que o índice que ainda é aplicado em 45% foi reduzido para 35% por determinação do Ministério do Meio Ambiente em Brasília (DF). Dentre as mudanças aprovadas na resolução está a criação da modalidade de CRV Médio por empresa, proposto pelo segmento florestal. A inovação, evita que quando o empreendimento troque a essência para atender às regras de mercado, não seja necessário realizar novos estudos – uma vez que o CRV deve ser apresentado por essência.

Dessa forma, para atender a demanda da Resolução, ficou definido que a Secretaria de Estado e Meio Ambiente de Mato Grosso, terá o prazo de 45 dias a partir da data de publicação (07.04) para demandar e se adaptar as adequações.

“Nosso prazo está correndo e, embora estejamos satisfeitos com a nova conjuntura da Sema, precisamos ser respaldados sobre essa adequação, afinal os industrias que precisam comprovar CRV maior que o aprovado só têm seis meses a partir da publicação e este prazo está correndo”, avaliou o presidente.

A secretária adjunta de Licenciamento Ambiental da Sema, Mauren Lazzaretti e o Superintendente de Gestão Florestal, Marcus Keynes Santos Lima foram convidados para a reunião mas não não compareceram.

O novo Fethab também foi debatido na ocasião. João Carlos Baldasso, diretor administrativo da instituição, explicou que a principal discussão é o investimento de R$ 2,7 bilhões nos próximos sete anos, distribuídos em nove regiões, impulsionando a melhoria da infraestrutura rodoviária de Mato Grosso, conforme aprovado na última reunião do Conselho Diretor, por unanimidade.

Segundo ele, as mudanças são válidas e as ações nas rodovias beneficiarão todo o setor produtivo mato-grossense.

Na ocasião o diretor executivo do Cipem, Valdinei Bento dos Santos, abordou a participação da entidade na 10ª reunião do conselho executivo do Mosaico da Amazônia Meridional (MAM), em Porto Velho (RO). Para ele o encontro traçou metas de atuação para os próximos dois anos de gestão. Bento destacou ainda a abordagem da redução da área da reserva legal, Reserva Estadual Extrativista Guariba Roosevelt. O Workshop Nacional de Mosaicos, que será de 10 a 12 de maio em Brasília (DF), foi parte da mesma temática.

O Cipem tratou ainda da identificação da madeira e o andamento da restruturação da Sema promovida pelo setor florestal e demais setores produtivos.


Ultimas Notícias Relacionadas

  • Embrapa faz programa especial sobre manejo florestal sustentável em Mato Grosso

    Daniela Torezzan - Assessoria de Comunicação CIPEM | 18 de janeiro de 2019

    Leia Agora
  • Recesso de final de ano

    | 17 de dezembro de 2018

    Leia Agora
  • Superação e compromisso são as marcas do setor de base florestal de Mato Grosso

    Daniela Torezzan - Assessoria de Comunicação CIPEM | 14 de dezembro de 2018

    Leia Agora
  • Cipem trabalha para evitar cancelamento da lei que difere ICMS sobre tora

    Daniela Torezzan - Assessoria de Comunicação CIPEM | 13 de dezembro de 2018

    Leia Agora
  • Cipem lança Manual de Procedimentos para aprimorar as atividades florestais

    Daniela Torezzan - Assessoria de Comunicação CIPEM | 12 de dezembro de 2018

    Leia Agora
  • Governo de Mato Grosso prorroga Pauta da Madeira até julho de 2019

    Daniela Torezzan - Assessoria de Comunicação do CIPEM | 3 de dezembro de 2018

    Leia Agora