• Av. Historiador Rubens de Mendonça, 4193, Centro Político.
  • (65) 3644-3666

Cumprir as obrigações trabalhistas evita multa, afirma consultor da CNI


Como evitar multas e autuações. Essa foi a tônica do curso ministrado gratuitamente para empresários do setor industrial de Sorriso nesta terça-feira (19/07). Durante oito horas, o advogado e consultor da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Marcelo Carvalho, detalhou as normas trabalhistas e os passos que devem ser seguidos ao receber a visita do fiscal do trabalho, desmistificando a ideia de que o agente da lei quer apenas aplicar multas e prejudicar as empresas.

“Os empresários devem agir dentro da legalidade, fazer o que é certo, ou seja, cumprir a legislação. É dessa forma que evitarão multas e autuações”, afirmou Carvalho, que explicou detalhadamente o conjunto de normas gerais e específicas, procedimentos e documentos relacionados à fiscalização do trabalho. A capacitação incluiu também os temas relacionados às Normas Regulamentadoras de SST, associativismo e as ações da indústria voltadas para a competitividade.

Para os participantes, a capacitação abordou assuntos atuais da legislação, além de ter sido bastante esclarecedora. “Já é o segundo curso do PDA que participo em Sorriso. Acho bastante válido, pois sempre abre a nossa visão sobre o mercado em que estamos atuando, principalmente nesse momento de vulnerabilidade econômica que o país vive”, declarou a empresária do segmento de metalmecânica, Zildete Zorzo.

Já o empresário Gabriel Galino, proprietário de uma indústria de beneficiamento de madeira, disse que a empresa é frequentemente fiscalizada pelos órgãos competentes, por isso ele resolveu participar do curso para obter mais conhecimento e saber se está procedendo da forma correta no atendimento ao fiscal do trabalho. “Procuramos estar em dia com as normas trabalhistas, pois o trabalho realizado pelos nossos colaboradores é essencialmente manual, então a segurança é uma das nossas principais preocupações”, contou o jovem empresário, que administra uma empresa familiar de aproximadamente 25 funcionários.

O presidente do Sindicato das Indústrias do Setor de Base Florestal de Sorriso (Simas), Flávio Salino Moreira, que deu as boas-vindas aos participantes, destacou a importância da iniciativa que visa capacitar o empresário da indústria. “Na correria do dia a dia, o empresário acaba deixando de lado a busca por novos conhecimentos, por isso, o Sindicato tem procurado desenvolver ações como está que agrega novos conhecimentos relevantes e que impactam positivamente os negócios”, disse.

A capacitação Como atender a fiscalização do trabalho?, realizada em Sorriso, é uma ação do Programa de Desenvolvimento Associativo (PDA), da CNI, em parceria com a Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso (Fiemt), Simas e do Sebrae em Mato Grosso. Os cursos são gratuitos e voltados exclusivamente para os empresários do setor industrial e, em Mato Grosso, ocorrem na Capital e em várias cidades do interior.


Ultimas Notícias Relacionadas

  • Evento de negócios florestais da madeira nativa começa hoje em Cuiabá

    Assessoria Cipem* | 18 de outubro de 2017

    Leia Agora
  • Florestal Tech: Por que conhecer a Madeira Laminada Colada?

    Assessoria Cipem* | 11 de outubro de 2017

    Leia Agora
  • Diretor do Cipem assume a presidência interina do Sistema FIEMT

    Assesoria Cipem | 11 de outubro de 2017

    Leia Agora
  • Florestal Tech: Programação completa

    Assessoria Cipem | 6 de outubro de 2017

    Leia Agora
  • WWF-Brasil irá discutir legalidade da madeira no 1º Florestal Tech

    Juliane Ferreira / Portal Madeira e Construção | 5 de outubro de 2017

    Leia Agora
  • Fortalecimento da indústria de base florestal é fundamental para cumprimento de metas do Acordo de Paris

    Ascom CNI | 4 de outubro de 2017

    Leia Agora