• Av. Historiador Rubens de Mendonça, 4193, Centro Político.
  • (65) 3644-3666

Cipem e sindicatos promovem curso prático sobre secagem de madeira em Mato Grosso


Vinte e três profissionais que trabalham com madeira participaram de um curso prático sobre secagem, promovido pelo Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de Mato Grosso (Cipem), em parceria com os sindicatos locais, entre abril e maio, nos municípios de Alta Floresta e Sinop.

Esta foi a segunda etapa do curso, que teve aulas teóricas no final do ano passado, e abordou, durante duas semanas, técnicas de pré-secagem e secagem de madeira com foco no atendimento das demandas dos mercados consumidores no Brasil e no exterior. Nesta segunda fase aconteceu a parte prática, em estufas de indústrias da região.

Conforme explicou o professor Carlos Fleck, que ministrou as aulas nas duas etapas, os participantes puderam acompanhar todo o processo de separação da madeira, corte de amostras, pesagem e análise das características dos produtos, como a umidade relativa, cujo controle é essencial para garantir a qualidade do material. “Com as aulas teóricas e práticas os profissionais adquiriram o conhecimento necessário para conduzir todo o processo de secagem da madeira, resultando no aprimoramento do produto final”, explicou o professor.

Os treinamentos foram realizados gratuitamente pelo Cipem, através dos sindicatos locais. Em Alta Floresta foram 15 participantes, que contaram com o apoio do Sindicato dos Madeireiros do Extremo Norte de Mato Grosso (Simenorte), e a parceria da empresa Brasil Tropical Pisos, indústria que cedeu a estufa para as aulas. Em Sinop, oito profissionais participaram da etapa prática, com o apoio do Sindicato das Indústrias Madeireiras do Norte de Mato Grosso (Sindusmad), que teve como parceiros a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), que cedeu para uso o laboratório e a estufa de secagem, além das empresas GTO Madeiras e Kirsch Indústria e Comércio de Madeiras, também para as visitas práticas.

Segundo o presidente do Cipem, Rafael Mason, o treinamento de profissionais para oferecerem ao mercado consumidor produtos com melhor qualidade e acabamento também é um investimento necessário para atingir novos mercados. “O Cipem tem buscado a abertura de novos mercados, principalmente internacionais. Mas, para isso, é necessário também oferecer produtos que atendam essas exigências. Por isso, estamos apoiando os sindicatos nesse momento de modernização das indústrias”, comentou.

O município de Aripuanã, na região Noroeste de Mato Grosso, será o próximo a receber a etapa prática do curso, entre os dias 10 a 24 de junho.

Veja fotos aqui


Ultimas Notícias Relacionadas

  • Cipem e Sebrae criam programa para desenvolver negócios florestais em Mato Grosso

    Daniela Torezzan - Assessoria de Comunicação CIPEM | 24 de maio de 2019

    Leia Agora
  • Sem lei que difere cobrança do ICMS não haverá sustentabilidade florestal nem econômica, aponta Cipem

    | 20 de maio de 2019

    Leia Agora
  • Cipem e sindicatos promovem curso prático sobre secagem de madeira em Mato Grosso

    Daniela Torezzan - Assessoria de Comunicação CIPEM | 13 de maio de 2019

    Leia Agora
  • Ibama faz visita para conhecer estudo que baliza pedido de alteração na classificação dos produtos florestais

    Assessoria de Imprensa do FNBF | 10 de maio de 2019

    Leia Agora
  • COMUNICADO sobre Operação Arquimedes

    | 25 de abril de 2019

    Leia Agora
  • Cipem e IDH firmam parceria para impulsionar cadeia produtiva do manejo florestal sustentável em Mato Grosso

    Daniela Torezzan - Assessoria de Comunicação CIPEM | 24 de abril de 2019

    Leia Agora