O Banco do Brasil lança, nesta quarta-feira (20), durante um evento em Sinop, uma linha de crédito diferenciada para atender, especificamente, o setor de base florestal de Mato Grosso. A conquista é resultado de uma parceria do Banco com o Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de Mato Grosso (Cipem) e …

CIPEM - Banco lança linha de crédito para financiamento do setor florestal em Mato Grosso Banco lança linha de crédito para financiamento do setor florestal em Mato Grosso | CIPEM
  • Av. Historiador Rubens de Mendonça, 4193, Centro Político.
  • (65) 3644-3666

Banco lança linha de crédito para financiamento do setor florestal em Mato Grosso


O Banco do Brasil lança, nesta quarta-feira (20), durante um evento em Sinop, uma linha de crédito diferenciada para atender, especificamente, o setor de base florestal de Mato Grosso. A conquista é resultado de uma parceria do Banco com o Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de Mato Grosso (Cipem) e a ong WWF-Brasil que há algum tempo vem discutindo a necessidade de ter um financiamento para incentivar a conservação da floresta amazônica, mediante o financiamento da cadeia produtiva do manejo florestal madeireiro sustentável.

O aporte financeiro do Banco inclui apoio para as atividades de desenvolvimento de manejo florestal madeireiro sustentável, de formação de floresta comercial, de adoção de sistemas de gestão, de projetos de modernização do parque industrial, de exportação, de implantação de sistemas de geração e eficiência energética, além de aquisição de capital de giro. Os recursos disponibilizados serão oriundos de linhas de créditos como o FCO Verde, FCO Empresarial, BNDES Finame, Proger Urbano e Proex e acessíveis aos empresários dos municípios mato-grossenses através das respectivas agências bancárias.

Para o Banco do Brasil, os produtos e serviços financeiros têm potencial de induzirem os empreendimentos à competitividade mediante o apoio ao incremento dos rendimentos e da margem de lucro, conforme a necessidade de cada empresa, considerando não só a tecnologia de processamento industrial (máquinas, equipamentos, layout, etc.), mas também, a gestão do negócio como um todo, incluindo o treinamento da mão de obra operacional e gerencial e acesso a novos mercados consumidores.

O presidente do Cipem, Rafael Mason, destaca que os instrumentos financeiros podem ser direcionados para ações que aumentem a capacidade de representatividade da cadeia produtiva, que opera segundo os preceitos legais, bem como fortaleçam a capacidade de gestão das empresas. “Essa é uma excelente notícia, aguardada com ansiedade pelos empresários do setor. Com certeza teremos um impacto muito positivo de incremento do setor com essa medida”, analisou.

Na perspectiva do WWF-Brasil, a iniciativa potencializa as ações de apoio científico (pesquisa e desenvolvimento) e de comunicação socioambiental das boas práticas do manejo florestal e da industrialização sustentável de produtos madeireiros, usando as florestas tropicais brasileiras.

Veja mais informações no folder


Ultimas Notícias Relacionadas

  • Setor de Base Florestal empossa diretoria do CIPEM e Rafael Mason conduz mais um biênio à frente da entidade

    | 27 de setembro de 2019

    Leia Agora
  • Programa Madeira 4.0 oferece novas consultorias gratuitas sobre gestão de estoque e eficiência energética

    Daniela Torezzan - Assessoria de Comunicação CIPEM | 12 de agosto de 2019

    Leia Agora
  • Nova diretoria do Sindusmad foi empossada

    Assessoria do Sindusmad | 6 de agosto de 2019

    Leia Agora
  • Sindicatos conseguem suspender lista de preços mínimos da madeira em Mato Grosso

    | 29 de julho de 2019

    Leia Agora
  • Dia na Floresta mostra manejo florestal sustentável na prática

    Daniela Torezzan - Assessoria de Comunicação CIPEM | 9 de julho de 2019

    Leia Agora
  • Cipem e UFMT promovem evento sobre uso da madeira na arquitetura do futuro

    Daniela Torezzan - Assessoria de Comunicação do CIPEM | 8 de julho de 2019

    Leia Agora