• Av. Historiador Rubens de Mendonça, 4193, Centro Político.
  • (65) 3644-3666

Manejo Florestal

O que é o Manejo Florestal Sustentável?

O Manejo Florestal Sustentável é a exploração racional e ambientalmente adequada dos recursos da floresta. De acordo com a definição legal, presente na Lei de Gestão de Florestas Públicas, publicada em 2006, o manejo é a “administração da floresta para a obtenção de benefícios econômicos, sociais e ambientais, respeitando-se os mecanismos de sustentação do ecossistema objeto do manejo e considerando-se, cumulativa ou alternativamente, a utilização de múltiplas espécies madeireiras, de múltiplos produtos e subprodutos não madeireiros, bem como a utilização de outros bens e serviços de natureza florestal”.

Com o manejo, é possível extrair a madeira e, ao mesmo tempo, conservar a natureza, através do emprego de técnicas de baixo impacto que asseguram a capacidade de regeneração da floresta sem prejudicar a sua biodiversidade. Em áreas onde a floresta é devidamente manejada retira-se, em média, cinco árvores por hectare, coletando-se apenas as árvores mais velhas. Além disso, a área explorada só será revisitada depois de, aproximadamente, 30 anos. Isso garante que as árvores mais novas tenham espaço para se desenvolver, promovendo a renovação do ambiente. Ou seja, o manejo é uma atividade totalmente oposta ao desmatamento, pois mantém a estrutura florestal e promove sua recuperação.

O manejo é realizado segundo critérios e ações estabelecidas em um documento chamado Plano de Manejo Florestal Sustentável (PMFS). O PMFS é elaborado por engenheiros florestais e aprovado pelos órgãos ambientais responsáveis. Se a empresa não respeitar a legislação que rege a execução do PMFS, ela sofrerá punições relacionadas às sanções administrativas e às infrações específicas identificadas pelo órgão que fiscaliza o PMFS. A exploração madeireira por meio de manejo é totalmente legal, responsável e sustentável!

Conheça mais algumas vantagens do manejo florestal:

Continuidade da produção- A adoção do manejo garante a manutenção da floresta em pé e a produção de madeira na área indefinidamente;

Rentabilidade- Os benefícios econômicos do manejo superam os custos. Tais benefícios decorrem do aumento da produtividade do trabalho e da redução dos desperdícios de madeira.

Segurança no trabalho- As técnicas de manejo diminuem drasticamente os riscos de acidentes de trabalho. No Projeto Piloto de Manejo Florestal (Imazon/WWF), os riscos de acidentes durante o corte na operação manejada foram 17 vezes menores se comparado às situações de perigo na exploração predatória;

Conservação florestal- O manejo da floresta garante a cobertura florestal da área, retém a maior parte da diversidade vegetal original e pode ter impactos pequenos sobre a fauna, se comparado à exploração não manejada;

Respeito à lei – Manejo florestal é obrigatório por lei e possui uma rígida política de fiscalização e controle. As empresas que não fazem manejo de forma adequada estão sujeitas a diversas penas;

Serviços ambientais- As florestas manejadas prestam serviços para o equilíbrio do clima regional e global, especialmente pela manutenção do ciclo de chuvas e pela capacidade de reter carbono, contribuindo assim para a redução do efeito estufa.

O manejo responde às necessidades do mundo atual de produzir e, ao mesmo tempo, conservar, configurando-se em uma atividade economicamente viável e totalmente sustentável.

 

Saiba mais

Quer conhecer o manejo florestal mais a fundo? Indicamos a leitura da publicação “Floresta para sempre: um manual para a produção de madeira na Amazônia”, elaborado pelo Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), que está disponível em nossa biblioteca. Para acessá-la, basta clicar aqui