• Av. Historiador Rubens de Mendonça, 4193, Centro Político.
  • (65) 3644-3666

Florestal Tech: “Quem faz manejo florestal não faz desmatamento”


A sustentabilidade da madeira nativa de Mato Grosso produzida a partir do manejo florestal sustentável foi o mote da abertura do 1º Florestal Tech, que aconteceu na noite da última quarta-feira (18.10). O evento de negócios florestais discute os desafios e as novas tecnologias do setor de base florestal de Mato Grosso e contribuir para uma nova visão da sociedade em relação ao uso da madeira tropical.

“Queremos com esse evento levar mais conhecimento para a sociedade e mostrar que o setor de base florestal é, na verdade, um aliado da preservação das florestas”, afirmou o presidente em exercício da Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso (Fiemt), José Eduardo Pinto, durante sua fala na abertura do evento.

O analista de conservação da WWF Brasil, Ricardo Russo, apoiadora do Centro das Indústrias Produtoras e Exportadoras de Madeira do Estado de Mato Grosso (Cipem) na realização do evento, apresentou os motivos pelos quais a organização é parceira do setor florestal de Mato Grosso.

“O que nos une é a busca por soluções para a redução das mudanças climáticas e por uma economia verdadeiramente sustentável. A gente vê o esforço diário do setor florestal mato-grossense, representado pelo Cipem, para fortalecer o setor e fomentar o manejo florestal e o interesse em inovação e é de nosso interesse contribuir para isso”, afirmou durante a sua apresentação.

Segundo ele, um dos principais desafios é justamente mudar a imagem que uma parcela da população tem em relação ao uso da madeira, relacionando a prática à devastação da natureza. “As pessoas precisam entender que quem faz manejo florestal não faz desmatamento, ao contrário, o setor de base florestal é um dos maiores protetores da floresta, pois precisa dela em pé para continuar existindo”, explicou.

As duas organizações estão trabalhando em parceria na discussão de um projeto que visa trazer para o estado uma plataforma de visa trazer para o estado uma plataforma de madeira beneficiada colada e a tecnologia Wood Frame, dois temas que serão discutidos no evento. “Estamos juntos, Cipem e WWF, olhando para o futuro”, concluiu o analista de conservação da WWF Brasil.

O Florestal Tech – O evento segue até o próximo dia 20 de outubro no Centro de Eventos do Pantanal, em Cuiabá. Na programação, painéis tecnológicos e debates sobre novas tecnologias aplicadas ao setor de base florestal com foco no uso da madeira na construção civil, rodada de negócios, exposição de produtos da madeira nativa e Mostra de Arquitetura da Madeira para o Século XXI.


Ultimas Notícias Relacionadas

  • Governo e setor de base florestal avaliarão valores de taxas ambientais em MT

    Fonte: Só Notícias | 16 de novembro de 2017

    Leia Agora
  • Cipem discute os desafios do manejo florestal com estudantes da UFMT

    Assessoria Cipem | 8 de novembro de 2017

    Leia Agora
  • Indústria da base florestal de Juína é a terceira Melhor Empresa para se trabalhar em Mato Grosso

    Assessoria Simno | 6 de novembro de 2017

    Leia Agora
  • Alunos visitam empresas madeireiras e conhecem produção sustentável

    Assessoria Sindusmad | 6 de novembro de 2017

    Leia Agora
  • 1º Florestal Tech revitalizou o setor de madeira nativa de Mato Grosso

    Por Assessoria Cipem | 1 de novembro de 2017

    Leia Agora
  • Mercado e inovação: Cipem lança catálogo de madeira nativa com recursos interativos

    Assessoria Cipem | 24 de outubro de 2017

    Leia Agora